DEV Community

loading...
Piscineiros 42SP - 2019

[PT-BR] Desbravando o VIM

Erica Suguimoto
Mulher, 42 anos, mãe e estudante de Engenharia de Computação na Univesp. Participante da Piscina de Outubro de 2019. Aguardando o início do curso em 2020 da 42 São Paulo.
Updated on ・2 min read

E cá estamos, feito pinto no lixo, descobrindo as coisas e perdendo medo das novas tecnologias. Havia pegado um curso na Udemy do Willian Justen, feito 15% dele (instalado o git) e abandonado. Porém, após leitura de um artigo dele próprio sobre ter o blog próprio e ler sobre blogs estáticos, precisei aprender a mexer no Git. E no curso o Willian usa o VIM.
Uma das coisas que tem deixado alguns piscineiros (ou nadadores da 42) de cabelos em pé é o fato de que teremos somente o VIM e o EMACS disponível para dias de prova. As pessoas torcem o nariz para os dois e perguntam: "mas porquê não usar o bloco de notas?". Nota: na 42 as máquinas são todas iMacs. E Bloco de notas parece coisa do Windows: eu pelo menos, nunca usei nada assim no macOS.
Mas pela necessidade de se usar Git para poder usar o Gatsby como plataforma de blog na Netlify, e ela pede que se faça via Git... lá fui eu voltar para o curso esquecido de Git e Github para iniciantes.
Com Github já andei brincando na marra, e consegui inclusive hospedar um minisite em HTML AMP nele. Mas ainda não manjava .git .
Com o curso, estou enfim entendendo que o VIM é um editor dentro do terminal, e não um novo terminal. Eu estava me confundindo a esse ponto. E no curso estou vendo a facilidade de usar o VIM: eu consigo alternar entre os comandos de terminal para criar arquivos e os comandos de VIM para editar esses arquivos. Não saio da janela do terminal. Isso vicia.

Discussion (0)

Forem Open with the Forem app