DEV Community

loading...
Cover image for [PT-BR] Como manter um dev na sua empresa e evitar rotatividade

[PT-BR] Como manter um dev na sua empresa e evitar rotatividade

pauloluan profile image Paulo Luan ・8 min read

Manter um programador em tempos em que o mercado está inundado de grana dos Chineses e dos Árabes será um baita desafio, ainda mais quando o gerente não faz ideia de como lidar com o que se passa na cabeça dos devs. Ainda bem que estou aqui para te ajudar. Hoje vou falar sobre como lidar com os programadores para que eles fiquem na sua empresa, em consequência, te economizando algumas centenas de milhares de reais. Mais um texto da série "Programação orientada a sinceridade" da Reativa.

Disclaimer: Esse texto é direcionado a C-Levels, e eu, como bom programador, sofro de um mal chamado "excesso de sinceridade", peço que não leve para o lado pessoal o modo despojado de linguagem e tente agregar valor a sua empresa com as dicas. Caso eu ultrapasse os limites, me dê um feedback no direct!

Muitas empresas me procuram querendo desenvolvedores para suas equipes. Eu sei, está bastante difícil encontrar devs bons, já que a maioria preferiu ganhar 100 mil dólares americanos, ou te abandonou para trabalhar em alguma startup acelerada pelo Softbank.

Rotatividade é um problemão para empresas com viéses técnológicos (principalmente voltados a programação), mas o problema é: parte dessa rotatividade é culpa sua?

No alt text provided for this image

Em trabalhos subjetivos como os da programação, é extremamente fácil enganar os gerentes, principalmente aqueles que se escondem atrás da parede na primeira palavra de llinguajar técnico que os devs falam. 

Para evitar que você seja feito de bobo, é necessário ter a confiança da sua equipe. Gerente não tem que ser técnico mesmo, e você pode ficar nos seus papinhos de "six-sigma", "lean", "PMI" e outros jargões da linguagem gerentês, mas, negligenciar e não saber o básico de como monitorar as atividades dos devs, é pedir para ser enganadíssimo.

Eu não digo "monitorar" no sentido de ficar olhando os mínimos detalhes para ver se os devs estão trabalhando ou não (se você pensou isso é bem provável que você seja enganado), mas no sentido de conseguir acompanhar o andamento das atividades, fazer track de commits, olhar o CI para ver como estão as builds, integrar no slack o cruzamento de infos de builds com os tickets fechados/abertos. (Se você não sabe do que estou falando, tenho péssimas notícias para você).

Quero dizer que sempre existirão formas de te enganar, por mais que você tente ser esperto, porque é o nosso trabalho ser mais esperto que os outros. Nós fazemos DDoS por hobby, você acha mesmo que um engravatado vai nos parar?

Em resumo:

Sempre existirão formas criativas de enganar os gerentes, então foque em ter uma verdadeira confiança com a sua equipe técnica.

Para isto, você precisa entender como funciona a cabeça dos desenvolvedores. Quando você adquire a sua confiança, ele vai produzir MUITO mais do que ele produz naturalmente, caso contrário, ele irá utilizar a sua tendência natural de ser um pouco, digamos, rebelde.

Programador é como um cachorro-louco. Experimenta prender um cachorro grande na sala do seu apartamento e vá trabalhar, quando você voltar a mobília estará toda roída e o apartamento todo mijado. Cachorros ficam malucos quando cerceados de sua liberdade. programador não é diferente: nós adoramos AUTONOMIA e LIBERDADE.

Um outro exemplo: você já experimentou deixar um moto-boy esperando no portão? Nós programadores temos o mesmo espírito animal que eles.

No alt text provided for this image

Um outro exemplo: você já experimentou deixar um moto-boy esperando no portão? Nós programadores temos o mesmo espírito animal que eles.

Como minar a confiança de um DEV?

  • Coloque proxy e fale que o Stack Overflow está bloqueado.
  • Peça para ele ir trabalhar de calças (experimenta pedir pra ele ir de social 😂).
  • Fala que quem vai instalar as coisas no computador dele será somente a equipe do suporte da TI e que ele não vai ser root do próprio computador (😂).
  • Faça com que decisões técnicas importantes sejam tomadas por pessoas não técnicas, baseadas por decisões políticas e não lógicas (seu guaraná vai ser chacoalhadíssimo).

Em resumo:

SE VOCÊ PERDER A CONFIANÇA DA SUA EQUIPE TÉCNICA, SE PREPARE: VOCÊ ESTÁ FERRADO.

Se você o chamar para reuniões chatonas que deveriam ter sido um e-mail, a única coisa que ele vai focar é se ele vai comer parmegiana ou feijoada no almoço.

Quanto mais coleira você colocar, mais cachorro-louco o dev vai ficar. Mas se você tiver grana para queimar, é bem provável que vai conseguir mantê-lo na empresa, pois:

Tudo vale a pena quando a grana não é pequena.

Quando a motivação deles for somente a de pagar boletos no fim do mês ao invés de estar com tesão pela nova arquitetura do sistema, ele vai terminar a task em um 1 dia e ficar os outros 4 vendo meme na internet sem você nem perceber. Não ter a confiança te fará perder muita grana no longo prazo.

No alt text provided for this image

Quem entendeu isso foram principalmente as startups, criando uma cultura 100% baseada nos pilares de boas práticas de engenharia digital e é por isso que seu dev de 6-figure-salary aceita ir ganhar um salário de mendigo em uma startup-cool e sair da sua empresona tradicional, que na sua cabeça seria o sonho de consumo de qualquer pessoa normal.

Os C-Levels que entenderem a frase a seguir vão economizar TONELADAS DE DINHEIRO, já os que não entenderem irão continuar sofrendo com rotatividade (por motivos bobos), com seus óculos de leitura na ponta do nariz, questionando o que será que estão fazendo de errado.

Automonia, liberdade e propósito são os pilares de como conquistar um bom dev.

Rotatividade é algo natural em um mercado disputado, mas será que você não foi o responsável direto por essa saída? Está ao seu alcance fazer algo para mudar?

Num mundo onde os devs são disputados a tapa, onde você quer estar posicionado?

Eu bato, mas eu sempre assopro. Eu sou o dev infiltrado que vai revelar todos os segredos da rádio-peão. Conversei com centenas de devs e os motivos abaixos foram bastante recorrentes em diversas das conversas que tive sobre a rotatividade dos desenvolvedores:

Salários baixos e cargas altas

Já vi reclamações recorrentes de salários baixos em startups, sem entrar no mérito das cargas altas de trabalho, que é natural dado a natureza da empresa, e entendo e reconheço com meu lado empreendedor a dificuldade de se pagar salários altos frente a alavancagens em períodos de tração e incertezas.

No alt text provided for this image

Mas deve-se ficar de olho se essa natureza não é cultuada pelo CEO propositalmente (e talvez seja para filtros meritocráticos). Mas é meio arriscado, pois mesmo o jovem de brilho nos olhos pela "missão maravilhosa de mudar o mundo" vai ficar tentado a ir para outra empresa quando o valor presente que ele tem é equity-incerto, tobogã e barrinhas de cereal quando em troca ele poderia ganhar vários "dinheiros-a-valor-presente" no concorrente.

Plano de carreira mal definido:

às vezes não saber exatamente onde pode-se chegar, ou quais são os parâmetros para ser reconhecido no próximo nível faz o dev ficar meio puto. Não se trata muito do salário, mas de saber exatamente o que deve-se fazer pra melhorar, se tratando mais de comunicação, feedbacks contínuos, sensação de crescimento e reconhecimentos como pessoa.

Repito, programador gosta de:

liberdade, autonomia técnica, salário razoável, ambiente agradável, no-dress-code e que o degrau de hirarquia superior não tome decisões retardadas.

Acredito que um balanço legal é não ser nem a startup cool que pode trabalhar pelado, andar de patinete elétrico, levar o cachorro, comer barra de cereal e descer o tobogã TUDO AO MESMO TEMPO (mas tem salario-de-mendigo), e nem a grande empresa tradicional que tem que ir vestido de terno, tem proxy até pra acessar o Google, catraca com biometria até pro banheiro, com devs que não respeitam nadinha o gerente (mas nunca demonstram) e que acessam o Reddit escondido na tela do terminal ao invés de trabalhar.

Usar o bom senso, a comunicação não agressiva e tentar entender no 1-on-1 (dicas disponíveis na sessão Jobs-satisfaction), que demonstram quais são os fatores determinantes que estão ao seu alcance em mudar.

É tipo casamento: a esposa só quer carinho e ser compreendida, mas maluco o maluco nem percebeu o que ela queria por não saber fazer as perguntas certas e de modo não agressivo para ela. Quem vai dizer qual ambiente "retem mais" é a própria esposa, e nesse caso, o funcionário.

Vejo as empresas (principalmente startups) preocupadíssimas em "experiência do cliente", mas perdendo funcionários por motivos bobos, justamente por esquecerem e/ou não se preocuparem com a "experiência do funcionário"

No alt text provided for this image

Porque falo isso de maneira tão sincera? Porque um dos pilares da Reativa é o de sempre ser sincero, com personalidade e respeito. Acredito que falte um pouco mais disso no mundo. Quem teria coragem de correr o risco de se queimar falando de maneira tão aberta sobre esse assunto? Só o maluco do Paulo Luan.

Mas são esses malucos que fazem a diferença no balanço da sua empresa.

Desenvolvedores são muito fiéis e confiáveis quando você adquire as suas confianças. Já vi vários amigos que não saem de jeito nenhum das empresas das quais trabalham, qu em geral, não são de grande porte e nem possuem aportes ultra-milionários, o que só prova que você não precisa de muito dinheiro para reter os devs, só precisa de bom senso. 

Um bom começo para iniciar a transformação da sua empresa e atrair mais desenvolvedores bons, é seguindo o guia de "melhores empresas para NÃO se trabalhar como programador", lá eu descrevo exatamente os perfis de companhias que os desenvolvedores devem evitar (não seja essa empresa).

Meu maior desejo é que o Brasil pare de se preocupar em exportar bananas e exporte tecnologia com EXCELENTES empresas e programadores. 

É por isso que dedico a minha vida na Reativa, gerando valor para os desenvolvedores e todos os atores do ecossistema de tecnologia. A única coisa que peço em troca no momento é um comentário. Comentando você mostra que se importa comigo, assim como demonstrei que me importo com você.

Desejo todo o sucesso do mundo para você e para a sua empresa.

Acompanhe a Reativa nas redes sociais:

Instagram - Site - Blog.

Sua melhor escolha para aprender programação: Reativa Tecnologia

Discussion (0)

pic
Editor guide