DEV Community

loading...
Cover image for Implemente os Azure YAML Pipelines NESSA sprint!

Implemente os Azure YAML Pipelines NESSA sprint!

Leonardo Oliveira
I'm interested in Dev, Ops and everything in between! :)
・2 min read

Tem algum tempo que a Microsoft anunciou a disponibilidade geral dos pipelines YAML para todos os estágios dos ciclos de vida das aplicações, e qual é a diferença entre esses pipelines e os antigos, baseados em interface?

As diferenças:

Bom, falo com propriedade quando digo que administrar um pipeline comum é realmente simples, mas como tudo na vida de quem é de tecnologia, a coisa muda de figura quando escalamos...

E aqui a complexidade também é exponencial, tente administrar uma centena de pipelines usando a interface da Microsoft e você vai saber o que quero dizer, toda alteração, por menor que seja, tem que ser feita para todos os pipelines, e não há alteração em lote, nem API, somente o trabalho manual e repetitivo vai aplicar aquela correção imprescindível que garante a entrega do código. :)

Nos pipelines YAML esse cenário muda e muito! O uso de templates garante a modularização e facilita a correção e melhoria em lote.

Além de ser muito simples copiar e colar partes de arquivos YAML, bem mais rápido que navegar pela interface, mesmo que você seja o Ayrton Senna dos mouses...

E não ouse se preocupar em decorar as tasks, temos uma extensa documentação e um assistente muito legal para gerar e alterar as tasks.

Mas, eu vou ter só um pipeline por repositório?

Só se você quiser! A recomendação da Microsoft é que o arquivo contendo o YAML do pipeline se chame azure-pipelines.yaml e que ele fique na raiz do repositório, mas isso é só uma recomendação, o importante é fazer o apontamento certo na tela de criação de pipelines e você pode se organizar como preferir.

Mas, o pipeline vai executar inteiro, todas as vezes?

Não precisa ser assim, temos as conditions!

E tem ainda mais, alterou o README.md e não quer que isso dispare toda uma série de tarefas? Use os filtros!

Mas afinal, como implementar?

Temos um guia para quem está começando!

E mais uma coisa!

Todo o processo de CI/CD, build, testes, release e qualquer outro estágio que você possa vir a precisar, pode e deve ser implementado, inclusive no mesmo arquivo.

Para conseguir a divisão lógica da qual você vai precisar nesse ponto, use a sepração de stages, como é explicado aqui.

Discussion (0)

Forem Open with the Forem app