DEV Community

loading...
Cover image for Qual a grande história por trás do Java?

Qual a grande história por trás do Java?

eddiescj profile image EddieSCJ ・3 min read

Bom, se você está lendo isso quer dizer que você é um iniciante Java e está procurando informações antes de cair de cabeça no mundo Java. Parabéns jovem gafanhoto, esse é um ótimo primeiro passo.

Então, diante de um mundo tão repleto de linguagens e tecnologias conhecidas atualmente, por que, afinal aprender a programar em Java?

Bom, antes de citarmos todas as vantagens e desvantagens da linguagem é importante que você saiba como ela surgiu e qual o seu propósito, o que afinal ela resolve como ferramenta.

Afinal, como começou?

Bom, toda história começou em meados de 1991 quando um pequeno grupo de pessoas foram escaladas para trabalhar um projeto da Sun Microsystems com a ideia de criar softwares que pudessem ser utilizados em diversas plataformas. Na época em questão trabalhar com sistemas multiplataforma não era algo muito simples, até então não haviam linguagens famosas com essa funcionalidade.

De acordo com o ranking TIOBE as 3 linguagens mais utilizadas nos anos 90s eram respectivamente C, C++ e Fortran. Apesar do grande mercado que essas linguagens tinham, a velocidade invicta conquistada pelo C e C++ até hoje, estas tecnologias operavam para o sistema operacional em que foram escritos os códigos, ou seja, para que um mesmo código operasse em no MacOS, Windows e Linux era necessário que fossem escritos 3 vezes, uma para cada sistema operacional.

Vista a dificuldade de implementar qualquer projeto multiplataforma James Gosling junto à sua equipe decidiram que era hora de criar uma nova linguagem, inicialmente ela deveria chamar-se Oak (O grande James Gosling gostaria de batizá-la assim porque observou que na janela do escritório onde costumava programar havia sempre um caravalho, sim, estranho mesmo) e junto à ela foi desenvolvido o GreenOS (Um sistema operacional com uma interface padrão).

Infelizmente (ou muito felizmente) houveram complicações na hora de consolidar o nome Oak à linguagem, e graças à isso eles haviam de escolher um novo nome, bom, após juntar-se para uma séria reunião James Gosling perguntaria-os qual a coisa que mais os agradava, e como bons meninos de T.I. eles responderiam "Java Coffee", e assim consolidou-se o nome "Java" para a linguagem de programação que viria a ser uma das mais conhecidas em todo o mundo.

Como o Java consegue ser multiplataforma e algumas outras linguagens não?

Como dito anteriormente, em linguagens como C e C++ o código escrito é compilado para determinada máquina, assim, irá funcionar somente naquele sistema operacional e à medida que precisar mudar de SO é necessário rever as bibliotecas necessárias para o sistema e recompilar.

O java não enfrenta este problema, afinal ele o código .java é compilado para bytecode .class que se comunica diretamente com a JVM (Java Virtual Machine) responsável por fazer a limpeza de dados inúteis na memória evirtual com o famoso garbage collector, interpretar o código, gerenciar as pilhas de memória. A JVM é literalmente uma máquina/computador virtual e não, a JVM não entende CÓDIGO JAVA e sim BYTECODE e traduz ele para o código específico de cada máquina, assim ela possibilita que o seu código funcione em diversos dispositivos, para destacar este fato o lema do java ficou conhecido como "Write once, run anywhere".

Obrigado por ler até o final, os próximos posts irão tratar do porquê programar java e como começar a programar, que ferramentas baixar

Discussion (0)

pic
Editor guide