DEV Community

loading...

Conselhos de uma maratonista em busca da formação Frontend

codecami profile image Camila Paixão ・3 min read

Quando comecei a focar minha carreira em Frontend, pesquisei bastante o que aprender e como. Minha história na área começou há uns 4 anos atrás quando decidi me formar em Webmaster. Naquela época eu aprendi o primordial: HTML, JavaScript, CSS e um pouco de banco de dados.

Acontece que depois disso eu treinei muito pouco e minha jornada intensa de conhecimento veio há pouco tempo. Daí já existiam diversos frameworks, pré-processadores, automatizações, entre outras coisas.

A minha intenção aqui é dar alguns conselhos e, principalmente, força para quem está começando nessa jornada.

1. O início é assustador

Provavelmente você já buscou sobre a trilha de aprendizado para ser Frontend e, bem, é assustadora. São muitas coisas para aprender! Mas, acredito, sabendo html, css e focando MUITO no JavaScript, tudo vai ser mais fácil no futuro. Essa é a base e com ela tudo que você for fazer vai ser menos bicho de sete cabeças. As linguagens possuem muito em comum.

2. A ansiedade só vai te atrasar, tenha calma

Muita gente fala isso e é uma completa verdade. Se você não tiver paciência de aprender cada coisa por vez, você vai se embananar e perder tempo. Não pule etapas! Não se ache bom/boa o suficiente para aprender o básico.

3. Estude. Descanse. Repita.

Todas as vezes que virei noite, fiquei insanamente empolgada com algo e fiquei horas e horas direto num curso, me fizeram captar de forma inferior do que quando eu descansava. Priorize seu descanso! Dê tempo para assimilar as coisas que aprendeu. Tenha em mente que vai levar tempo.

4. Pratique! Teste. Se desafie.

Por experiência própria, qualquer linguagem de programação é PRÁTICA. Se você não pratica, não consegue resolver problemas que não sejam aqueles em que você faz nos seus cursos. A comunidade é tão bacana que você encontra facilmente no GitHub ou no CodeWars desafios para exercitar. O mais maravilhoso para mim é o frontendmentor.io! Ele é basicamente um site de mentoria com challenges para você participar :)

5. O momento: o que eu tô fazendo da minha vida?

Esse momento vai chegar! Principalmente se você nunca teve contato com programação. Chega uma hora que você pensa: o que eu acabei de aprender?! O que eu tô fazendo da minha vida?! Que complexo, me perdi! Isso é sinal de que você está evoluindo! Não desista. É super comum e vão ter vários momentos desse, bate aqui! Estamos juntos! Hora de buscar apoio em fóruns, memes e descansar a cabeça um cadin. A jornada é longa!

6. Eu disse para não pular etapas e você não me ouviu, né?

Esse momento também chega. Chegou pra mim e pra mais muita gente. A gente quer porque quer chegar logo na tal biblioteca/framework maaaas aprenderemos na marra que não adianta. Você precisa respeitar a curva de aprendizado. Se for necessário, volte etapas. Eu voltei e foi suficiente para fixar melhor as coisas.

7. Você já se acostumou a usar o terminal?

Não faça igual a mim que nunca se aventurava. Use, ele vai fazer parte da sua vida agora, se acostume desde cedo com ele e com seus comandos.

8. Por fim, mescle seu aprendizado com coisas menos complexas

Ora eu ia JavaScript avançado, ora fazia um curso de SASS ou Acessibilidade ou qualquer outra coisa que me agregasse mas que exigisse menos de mim. Há quem diga que é bom focar numa coisa só até o fim mas para mim isso funcionava como escape e me ajudava muito. Isso é ótimo porque você dá um respiro na mente e, ao mesmo tempo, está aprendendo coisas que vão te ajudar num futuro próximo.

Discussion (0)

pic
Editor guide