DEV Community

loading...
Cover image for Fuja do Pseudo-Scrum

Fuja do Pseudo-Scrum

Assis Zang
.NET Developer 👨🏻‍💻 | writing code with 💖
・5 min read

Algo que preciso dizer antes de qualquer coisa é que não há ninguém melhor pra falar sobre o "pseudo-scrum" do que alguém que viveu isso na pele.
Se você não sabe o que é o "pseudo-scrum" não se preocupe, continue a leitura e você descobrirá. Então sem demora vamos ao que interessa.

"Pseudo" - De teor falso; cujo conteúdo não corresponde à realidade.

"Scrum" - uma metodologia usada para a gestão dinâmica de projetos, sendo muitas vezes aplicada para o desenvolvimento ágil de um software. O scrum é uma ferramenta que permite controlar de forma eficaz e eficiente o trabalho, potencializando as equipes que trabalham em prol de um objetivo em comum.

Tendo isso em mente, meu objetivo nesse post é alertar as pessoas para que fujam do pseudo-scrum, um Scrum falso que de possui uma áurea de ágil mas que na verdade é mais um método industrial com nomes bonitos.

Vou contar minha experiência com esse tipo de armadilha.
Sou formado no curso de "Sistemas para internet" pela Universidade Luterana e consegui uma oportunidade de trabalho em uma grande empresa da região. Nesse lugar tinha um setor que administrava o sistema de toda a fábrica, lá que comecei a aprender mais sobre o Scrum. Do dia para noite a liderança começou a dizer que iriamos passar a adotar um novo modelo de trabalho, o Scrum. Que seria algo fantástico, algo novo que revolucionaria a forma que trabalhávamos, eu fiquei muito animado pois pelo que prometiam parecia mesmo ser bom para nós desenvolvedores. Porém com o passar do tempo descobri que tinha caído numa grande armadilha. Basta ler qualquer livro ou artigo sobre o Scrum que qualquer um irá perceber que o que vivíamos lá estava bem distante do Scrum.
Éramos um time pequeno, tínhamos que fazer muito além de nossa função de desenvolvimento, tínhamos que fazer análise, desenvolver, fazer o deploy nos 3 ambientes (Dev, UAT, Produção) além de atender chamados e fazer intervenções no banco de dados.
Não obstante a isso tínhamos daily uma vez por semana rs, isso mesmo não era daily era weekly.

Não tínhamos liberdade para desenvolver, recebíamos algumas informações mal feitas do "arquiteto" que era só um dev com um pouco mais de experiência que nós e tínhamos que fazer exatamente como ele queria se fizéssemos assim éramos bonificados com um belo "tudo certo", se não éramos duramente castigados com broncas e castigos, isso mesmo éramos rebaixados na equipe como se fosse possível ser ainda mais rebaixado em um ambiente desses.
Outro fator que me deixava muito desanimado era o fato que não podíamos opinar na forma de que o processo era realizado, eu tinha tantas ideias para melhorar a forma como trabalhávamos mas nada era aceito, quando dava uma opinião, ao invés de ouvir um argumento para explicar o motivo dele não ser válido, o que eu ouvia era o seguinte: "Olha, a gente definiu um processo e ele tem que ser seguido". Em fim isso não é Scrum, isso é o contrário do que o Scrum aconselha a fazer!
Em uma equipe ágil que segue os princípios do Scrum tudo acontece com participação de todos, não há uma hierarquia justamente para que todos possam dar a sua opinião e toda a equipe ser beneficiada.

O processo de desenvolvimento é feito com a colaboração de todos e está sujeito a mudanças a qualquer momento.
É claro que em qualquer empresa há sempre um gerente, um head, mas eles não interferem de forma direta na equipe, esse é o papel do Scrum Master, do PO, do Agile... Enfim um lugar onde existe um "chefe" ditando regras está bem longe do Scrum, é só mais um lugar que utiliza um método industrial fordista ou qualquer outro para manter os funcionários como meras peças substituíveis e não como os profissionais que de fato o são. E se você não quer perder seu tempo, seu dinheiro e sua sanidade, você deveria fugir desses lugares.

Aqui vão algumas dicas de como não ser pego em uma armadilha do "pseudo-scrum".

1 - Se você já trabalha em um ambiente onde o "pseudo-scrum" é praticado:

  • Tente conversar com seu líder, mas antes disso leia bastante conteúdo sobre o tema, junte argumentos, você pode fazer até uma lista com os tópicos, tente reverter essa situação, se caso sua sugestão de melhoria baseada em argumentos for mal recebida, talvez seja o momento de você considerar sair da empresa e procurar alguma que se enquadre nos princípios do Scrum.

2 - Se você está buscando uma nova oportunidade de emprego:
Busque informações sobre a empresa previamente, muitas empresas expõem em seus sites seus valores e algumas de suas metodologias, você também pode de maneira educada e discreta perguntar durante a entrevista se a empresa adotou o Scrum e qual a importância que ela dá para o mesmo.

3 - Se a sua empresa já adota o Scrum e o segue de maneira correta:

  • Mesmo que a empresa onde você trabalha já segue o Scrum da maneira correta, há sempre algo a melhorar, por isso não existe em buscar mais informações sobre o Scrum através de bons livros e artigos e sempre sugira pontos de melhorias a sua equipe.

Espero que de alguma forma eu possa ter ajudado mais pessoas com minha experiência no assunto.

Alguns livros que recomendo sobre o Scrum:
Scrum - Um Guia de Bolso: Um companheiro de viagem inteligente
Scrum essencial: um guia prático para o mais popular processo ágil
SCRUM: a arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo

Photo by Hiroshi Kimura on Unsplash

Discussion (0)