DEV Community

ダニエリ for WoMakersCode

Posted on • Updated on

[Dicas de Python] Importando módulos

Você já se perguntou o que são os imports que muitas vezes vemos no começo do código?

É ele quem torna visível os módulos para o arquivo no qual foi chamado.

O que são módulos?

Segundo a documentação oficial

um módulo é um arquivo contendo definições e instruções Python. [...] Um módulo pode conter tanto instruções executáveis quanto definições de funções e classes. Essas instruções servem para inicializar o módulo. Eles são executados somente na primeira vez que o módulo é encontrado em uma instrução de importação.

De maneira resumida: um módulo é um trecho de código pronto que pode ser invocado quando for preciso utilizar algum método dele.

Para ilustrar, vamos imaginar que exista no Python um módulo de verduras e leguminosas chamado de vegetais como na imagem abaixo:

vegetais

Se usarmos o comando:

import vegetais
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode

O Python nos trará todos os vegetais mostrado. Como se colocássemos todos sobre a mesa para que durante o preparo, pudéssemos pegá-los de imediato.

Porém ao usarmos o comando:

from vegetais import batata
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode

O Python nos trará apenas a batata. Como se colocássemos sobre a mesa apenas a batata e mais nenhum outro vegetal. Sendo assim nos sobra mais espaço na mesa para outras funções.

Usando o import

Usando um exemplo com Python, vamos importar o módulo math, que é um módulo que nos dá acesso a várias funções matemáticas, como raiz quadrada, seno, arredondamentos, etc.

O módulo math é um dos módulos conhecidos como built in (pronto para uso); ou seja, podemos usá-lo sem instalar nenhuma dependência externa, uma vez que fazem parte da biblioteca padrão do Python. Outros exemplos de módulos da biblioteca padrão são os (responsável por funções de sistema operacional) e re (expressões regulares).

Nesse exemplo, vamos calcular a raiz quadrada do número 25.

Assim temos:

>>> import math
>>> math.sqrt(25)
5.0
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode

Isso quer dizer que importamos toda o módulo math e em seguida, apontamos a função sqrt que é quem vai calcular a raiz quadrada do argumento passado entre parênteses.

Outra maneira de fazer essa mesma ação:

>>> from math import *
>>> sqrt(25)
5.0
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode

O asterisco é conhecido como referência global e indica que todas as funções do módulo math serão trazidas.

Para trazer apenas uma função dentro de um módulo, fazemos:

>>> from math import sqrt
>>> sqrt(25)
5.0
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode

Esse modo é útil quando queremos encurtar a chamada de uma determinada função.

Import várias funções

Podemos também importar várias funções sem precisar trazer todo o módulo. Assim:

>>> from math import radians, sin, cos, tan
>>> sin(radians(30))
0.49999999999999994
>>>
>>> cos(radians(60))
0.5000000000000001
>>>
>>> tan(radians(45))
0.9999999999999999
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode

Acima estamos trazendo apenas as funções que calculam o radiano, seno, cosseno e tangente do módulo math.

Um "apelido" para sua função

Também é possível dar um novo nome para a função de um módulo. Exemplo:

>>> from math import sqrt as raiz
>>> raiz(81)
9.0
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode

Acima, demos a nossa função sqrt o nome de raiz e podemos invocá-la assim durante o nosso programa.

Até a próxima dica! o/

Discussion (0)