DEV Community

Rod Barbosa
Rod Barbosa

Posted on

Diferenças entre dev pleno e sênior

Existem inúmeros conteúdos escrito neste tema que não sei se realmente posso agregar alguma coisa a mais. Apesar que já li alguns comentários que sinceramente 'rir para não chorar'.

Bom, sobre a posição júnior não há muito o que se falar mas para não deixa-los de fora faço uma breve menção. O júnior ele vai ter um conhecimento limitado, isto não significa que ela não seja capaz de desenvolver algo e sim que irá precisar de auxilio em determinadas tarefas.

O pleno já se trata de um desenvolvedor com experiência mas ainda o falta algo. O que quero dizer com isto, ele é capaz de solucionar quase todos os problemas de um projeto ou requisito, podendo ter soluções extremamente eficientes e outras nem tanto. Mas não se preocupe com o 'nem tanto', já vi muita solução vindas de sênior que o 'nem tanto' chaga a ser elogio. Enfim, o pleno é capaz de fazer tudo e quando tem duvida, com pouquíssima orientação ele irá conseguir resolver o que causou duvida.

Então, o pleno para ser capaz de fazer tudo. Certo? E na maioria das vezes é isto mesmo. No meu ponto de vista, a maior diferença entre o pleno e o sênior esta no 'porque'. O sênior ele tem experiência e um conhecimento para a decisão de como dividir o código para que haja um melhor reaproveitamento/centralização de uma solução. Quem não ouviu do engenheiro de software, pois é, o dev sênior tem uma facilidade em atuar como o engenheiro de software devido a esta experiência/conhecimento a divisão da solução.

Parece meio redundante o que estou dizendo mas isto é uma grande diferença dentro de um grande projeto, para se ter uma ideia, saber como dividir a solução para um melhor aproveitado pode reduzir o tempo de desenvolvimento pela metade.

Gosto de frisar experiência e conhecimento, qualquer um que tenha estudado orientação a objetos sabe e entende de centralização de solução e reaproveitamento, mas com experiência isto vai te dar uma clareza no como.

Quero ressaltar duas coisas também. Primeiro, li varias vezes que sênior é que tem mais que 5 anos de experiência. Isto não é uma verdade absoluta, como disse anteriormente experiência irá te dar clareza mas anos de experiência não significa que um individuo sabe mais que o outro. Em segundo, o sênior não retém todo o conhecimento ou vai saber todos artefatos de uma determinada linguagem. Saber os artefatos em nível avançado de uma linguagem não é ser sênior, e sim especialista. Vejo muita confusão neste sentido, as vezes a solução necessita de uma especialista e é disponibilizado um sênior, ai para tudo porque o requerimento necessário não foi atendido.

Ainda tem dúvida sobre se você é pleno ou sênior? Pensa no seu dia a dia, se você viu algum código e acho ruim que uma funcionalidade foi dividida em muitos métodos e você tem que navegar muito pelo código, provavelmente você ainda esta como pleno. Se consegue ver um código e entender que poderia ser refatorado para otimizar ou até mesmo que houve excesso de métodos, então você esta em um nível de sênior ou quase nele.

Existem funcionalidades com excesso de métodos mas isto é assunto para outro momento. Observação, para empresas a separação de pleno e sênior é sempre o tempo de experiência. Imagino que isto tenha haver com moldes necessários para o funcionamento do RH de forma geral.

É isto ai, até a próxima.

Discussion (0)