loading...
Cover image for A importância da performance do front-end no contexto nacional

A importância da performance do front-end no contexto nacional

ricardogouveia3 profile image Ricardo Gouveia ・3 min read

Performance front-end não é um assunto novo. Todo talk tem alguém falando sobre isso. E as vezes dá até pra ficar de saco cheio quando nos apresentam uma solução complicada de CSS + JS que salva 0,3 segundos no carregamento. Será que já não estamos num futuro onde todo mundo tem pelo menos 2 Mbps de velocidade disponível?

Definitivamente, não.

Não estou falando de dispositivos, nem tipos de rede. Estou falando que nosso país é muito grande, e que por mais que em alguns aspectos a realidade pareça semelhante, ela nunca é igual.

*Backbones* no Brasil, em 2010 (Fonte: [https://www.tecmundo.com.br/internet/22730-e-possivel-acabar-com-a-internet-no-brasil-.htm](https://www.tecmundo.com.br/internet/22730-e-possivel-acabar-com-a-internet-no-brasil-.htm))Backbones no Brasil, em 2010 (Fonte: https://www.tecmundo.com.br/internet/22730-e-possivel-acabar-com-a-internet-no-brasil-.htm)*

Quanto mais longe do eixo SP-RJ e da capital Brasília, em geral mais pobre é o acesso a serviços básicos como saneamento, energia, transporte coletivo, saúde e educação. A internet não se salva nessa lista.

A população da região norte foi estimada em 15,3 milhões de pessoas em 2009. A região metropolitana de SP contou 21,2 milhões em 2016. Mesmo que a densidade seja pequena, são poucas as empresas que negariam serviços a essa quantidade de pessoas.

Mas isso acontece, de forma indireta.

Ser desenvolvedor front-end é levar informação até pessoas, trabalhando em conjunto com todos os outros profissionais que ajudam na produção do conhecimento de todas as áreas.

Se o seu conteúdo se adapta a diferentes dispositivos, ele deve se adaptar a diferentes conexões. Afinal, o objetivo é levar ao máximo numero de pessoas, independente das condições de acesso, não é?

Rede Ipê em 2016, dedicada ao ensino superior e a pesquisa (Fonte: [https://www.rnp.br/servicos/conectividade/rede-ipe](https://www.rnp.br/servicos/conectividade/rede-ipe))Rede Ipê em 2016, dedicada ao ensino superior e a pesquisa (Fonte: https://www.rnp.br/servicos/conectividade/rede-ipe)

Uma pessoa que faz uma compra ou utiliza um serviço de sua empresa a partir de um ponto remoto no cenário da internet no Brasil já enfrenta muitas dificuldades: velocidade ruim, instabilidade, frete e logística para produtos físicos, preço de acesso a internet…

A comunidade de desenvolvedores, não só front-end, têm um papel imprescindível na inclusão de regiões distantes ao resto do país por meio da internet. Muitas pessoas, que nunca saíram de sua região natal, tem a chance de interagir de igual para igual com alguém dos grandes centros por meio da neutralidade que os ambientes online oferecem.

Como você pode ajudar alguém nessa situação?

Faça tudo o que puder. Se não puder adotar as soluções "complicadas", essas mais simples já vão ajudar bastante:

  • Otimize as imagens. Se puder, produza conteúdo que não dependa de imagens ou vídeos para compreensão total. Atributo ALT não é só pra deficiente visual.

  • Use players de video que possuam seletor de qualidade. Ver em 144p geralmente é melhor que não ver.

  • Implemente cache. Salve dados. Poupe tempo. Não faça ninguém preencher tudo de novo só porque a conexão caiu.

  • Minifique. Concatene. Deixe a versão bonita do código para o Github.

  • Exclua tudo que não vai usar do projeto.

  • Não use reprodução automática, pelo menos não por padrão. Deixe que o usuário decida se o conteúdo vale o resto do plano de dados ou não.

  • Utilize ferramentas de simulação de velocidade de conexão para testar sua aplicação. Coloque-se no lugar do próximo.

Claro que existe mais a se fazer, mas você vai saber melhor que eu como melhorar algo que você fez.

Não sou um expert, mas falo por experiência própria: a cidade que eu moro aparece sem conexão nos dois mapas (rs).

Posted on by:

ricardogouveia3 profile

Ricardo Gouveia

@ricardogouveia3

CSS guy. Javascript disgrace. Design nerd.

Discussion

pic
Editor guide