DEV Community

Mauro de Carvalho
Mauro de Carvalho

Posted on

Componentes de um Navegador

Um dos softwares mais utilizados em nosso dia-a-dia sem dúvidas é o nosso navegador (browser). Existem diversos no mercado, vai depender bastante do seu gosto na hora de escolher. Listando alguns, para fins de exemplos, temos o Firefox, Chrome, Brave, Safari e vários outros.

Mesmo com tantas opções, a essência de todos são bastante parecidas, não se tratando somente da finalidade, mas também em seus componentes internos. Esse texto busca explicar, em um nível mais superficial, os principais componentes que compõem um navegador.

Componentes de um navegador

Muitos navegadores possuem seu código aberto (Open Source), o que nos ajuda a compreender um pouco mais do funcionamento e decisões por trás do desenvolvimento dos mesmos. Alguns exemplos de navegadores de código aberto são: Firefox, Chromium, Brave, Basilisk, etc.

Olhando o código e a estrutura desses navegadores, começamos a reconhecer um certo padrão em seus componentes, são eles: User Interface, Browser Engine, Rendering Engine, Networking, UI Backend, JavaScript Interpreter e Data Storage.

Image description

A fim de entendermos melhor a responsabilidade de cada um deles, vamos abordá-los a seguir em pequenos tópicos. Novamente, não é intuito desta postagem nos aprofundarmos em cada um dos componentes, vamos tentar nos ater a pontuarmos suas principais características e responsabilidades.

User Interface

A User Interface está relacionado a todos aqueles "botões" da parte superior do navegador, como por exemplo, o de atualização de página, retorno (tanto para trás quanto para frente), salvar uma página como favorito, caixa de buscas, etc. Em resumo, é tudo aquilo que o usuário interage e que não esteja envolvido diretamente com a página do site que ele está acessando.

Image description

Browser Engine

O Browser Engine é o componente que funciona como um "intermediário", basicamente sendo uma ponte entre a User Interface e o Rendering Engine (vamos falar sobre ele a seguir). Ele consulta e atua juntamente com o Rendering Engine de acordo com as entradas recebidas através da User Interface.

Rendering Engine

O Rendering Engine é o componente responsável por exibir o conteúdo solicitado. Por exemplo, se o conteúdo solicitado for HTML, ele analisa HTML e CSS e exibe o conteúdo na tela. É interessante ressaltar que geralmente cada navegador possui seu próprio Rendering Engine. Por exemplo, o Firefox usa o Gecko, o Chromium usa o Blink, já o Basilisk utiliza a Goanna (que inclusive, é um fork do Gecko), etc.

Networking

O Networking é o componente responsável por gerenciar as chamadas de rede usando protocolos padrão, como por exemplo lidando diretamente com requisições HTTP, FTP, etc.

UI Backend

O UI Backend é o componente utilizado para desenhar widgets básicos como combo boxes e janelas. Por baixo, ele usa métodos de UI do próprio sistema operacional.

JavaScript Interpreter

O JavaScript Interpreter é o componente, como o próprio nome já sugere, responsável por analisar e executar código JavaScript. Muitas vezes esse componente interage diretamente com o Rendering Engine, onde depois que alguns resultados do cõdigo são gerados, eles devem ser encaminhado para exibição na página em que o usuário está navegando.

Data Storage

O Data Storage é o componente onde está a "camada de persistência". O navegador pode precisar salvar todos os tipos de dados localmente, como por exemplo, os famosos "cookies". A maioria dos navegadores também suportam mecanismos de armazenamento como localStorage, IndexedDB, WebSQL e FileSystem.

Aprofundando no Rendering Engine...

Por mais que o intuito dessa postagem seja ser um tanto quanto superficial em relação aos componentes de um navegador, não podemos deixar de fora um dos pontos mais importantes para se ter noção que é de como o Rendering Engine funciona.

Basicamente, assim que um usuário solicita um documento específico, o Rendering Engine começa a buscar o conteúdo do documento solicitado através do componente*Networking*. Logo após, o Rendering Engine começa a receber o conteúdo desse documento específico em blocos (geralmete de 8kb) e realizar o seguinte processo:

Image description

Para melhorar o entendimento da imagem acima, vamos pontuar cada um dos pontos desse fluxo:

1 - A página HTML solicitada é analisada em partes (incluindo os arquivos CSS externos e outros elementos de estilo). Feito isso, os elementos HTML são então convertidos em "nós" para formar uma “content tree” ou “árvore DOM”.

2 - Simultaneamente, o navegador também cria uma "árvore de renderização" (render tree). Essa árvore inclui tanto as "informações de estilo" quanto as instruções que definem a ordem na qual os elementos deverão ser exibidos.

3 - Além disso, a render tree passa pelo "processo de layout". Quando uma render tree é criada, os valores de posição ou tamanho não são atribuídos. Por conta disso, todo o processo de cálculo de valores para que tudo seja atribuído na posição desejada é chamado neste processo. Nele, cada nó recebe as coordenadas exatas, garantindo que cada um deles apareça em uma posição precisa na tela.

4 - A etapa final é "pintar" a tela, na qual a render tree é percorrida e o método "paint()" do Rendering Engine é invocado, pintando cada nó na tela com o auxílio do componente UI Backend.

Considerações finais

Se você se interessou por esta temática e deseja se aprofundar mais nela, eu super indico a leitura das referências dessa postagem e também pesquisar os códigos dos navegadores que são open source. Eu aprendi bastante fazendo isso, acredito que você também irá.

Referências

Discussion (0)