DEV Community

Cover image for Como criei o site da Feministech com VueJS
Lissa Ferreira for Feministech

Posted on • Updated on

Como criei o site da Feministech com VueJS

Feministech

A Feministech é um grupo de pessoas que se identificam no feminino e não-bináries que produzem, consumem e compartilham conteúdo sobre tecnologia, enquanto constroem uma comunidade diversa e inclusiva.

O objetivo da Feministech é aumentar a representatividade de minorias no mundo da tecnologia , que além de serem minorias na tecnologia, também são minorias socias que precisam de mais espaço e alcance em todos os espaços.

Para entrar na Feministech, manda uma DM no meu Twitter pedindo o convite 👀

Site da Feministech

Por muito tempo a Feministech não teve um site oficial, usávamos apenas nossas redes para divulgar as informações com nenhuma landing page. Por isso, no começo do ano de 2022, eu e a Amanda Martins ficamos encarregadas de criar o site da Feministech.

A Amanda, que tem muita experiência com frontend e páginas dinâmicas, sugeriu usarmos VueJS por conta de funcionalidades dele que poderíamos usar no site, e eu topei também, então fizemos o site com essa tecnologia.

O que é VueJS?

VueJS é um framework Javascript, isso significa que ele facilita a criação de sites dinâmicos com recursos como componentização, variáveis que mudam automaticamente o conteúdo da página, estruturas como if e for dentro da página diretamente,etc.

A real utilidade do VueJS vem quando precisamos manipular dados como um ou vários usuários, ou fazer requisições à API's dentro do seu site, pois ele facilita MUITO esse processo.

Experiências passadas

Eu já havia mexido com VueJS antes de começar a criar o site da Feministech, mas fazia tempo, e não foram coisas muito complexas, mas mesmo assim essas experiências passadas me ajudaram muito no processo.

Algumas coisas que eu lembrei com essas experiências foi a criação de componentes, a utilização desses componentes, e os props, uma forma de passar dados à componentes que eu pessoalmente adoro.

Novas adaptações

Também tiveram coisas novas que tive que aprender e adaptar, uma delas, era em relação ao NuxtJS, um framework que é utilizado dentro do VueJS, facilitando ainda mais componentização, roteamento, estrutura do site,etc.

Eu nunca havia estudado sobre Nuxt, e surpreendente, não tive problemas. Criei os componentes sem problemas, e usei estes da forma que o exemplo padrão do Nuxt mostrava.

Esse é um ponto positivo do Nuxt, e também de outras tecnologias que seguem esse modelo. Algo que pessoas que já sabem coisas parecidas ou adjacentes, não tem tanta dificuldade para começarem a usar exatamente por conta dessa similaridade.

Conhecimentos auxiliares são valiosos

Tiveram dois momentos que eu tive que utilizar conhecimentos fora da tecnologia dentro do site, o primeiro foi antes de começarmos a desenvolver o site, onde eu e a Amanda criamos um design no Figma, pois nós duas temos um conhecimento introdutório sobre Design, e outro foi quando utilizamos a imagem de arco-íris nos site, mas que era muito pequena, então eu vetorizei a imagem, e aumentei o tamanho dela sem perder qualidade.

Nesses dois casos eu usei conhecimentos de design dentro do projeto, coisas que eu não aprendi estudando apenas tecnologia. Por isso que é tão importante estudarmos um pouco sobre vários assuntos para que possamos usar esses conhecimentos dentro dos nossos projetos.

Foi bom?

No fim, foi muito positivo criar esse site, tanto pra mim, pela experiência e conhecimento adquirido, quanto pra comunidade, pois agora temos uma landing page que podemos usar para divulgar a palavra da Feministech, e os eventos que produzimos.

Finalização

Neste artigo compartilhei um pouco da minha experiência criando o site da Feministech com VueJS, e como as minhas experiências e conhecimentos ajudaram nesse processo.

Muito obrigada por ler ❤️🏳️‍⚧️ e me segue nas redes, é tudo @lissatransborda 👀

Discussion (1)

Collapse
kaiquegarcia profile image
Kaique Garcia

Tu arrasa, Lissa!!