loading...
Cover image for Dicas de uma iOS Developer

Dicas de uma iOS Developer

elasprogramam profile image Elas Programam ・4 min read

Escrito por Cintia Cavagnolli

A Cintia faz parte da nossa comunidade e muito gentilmente topou nos contar um pouco sobre a área de desenvolvimento mobile (mais especificamente com desenvolvimento iOS nativo). Além disso, ela deixou muitas dicas para quem tem interesse em seguir essa carreira.


Você está aí pensando em entrar na área de TI mas ainda sem saber exatamente o que fazer? Ou já está na área, mas está insatisfeita com o seu atual trabalho? Ou, quem sabe, está em dúvida sobre no que investir seu precioso tempo em busca de um conhecimento mais específico?

Se respondeu sim para alguma das questões, senta e relaxa que esse texto é todinho para você. Se respondeu não, senta e relaxa que o texto continua sendo todinho para você do mesmo jeito.

Começo dizendo que, até não muitos anos atrás, eu era designer de interiores, e atualmente me intitulo (cheia de orgulho), como iOS Developer. Então, só para o caso de você estar preocupada com não ter conhecimento prévio, digo que não é exatamente algo necessário. Claro que se tiver ajuda, mas vontade de aprender algo diferente é muito mais importante.

Dito isso, vamos ao que realmente importa.

O que faz um(a) iOS Developer?

Normalmente um(a) desenvolvedor(a) iOS irá trabalhar com aplicativos para iPhones e iPads, mas também há quem desenvolva para Apple Watch, Apple TV e MacOs. Isso porque podemos utilizar a mesma linguagem (e a mesma IDE) e programar para qualquer um desses dispositivos.

Que linguagem de programação se usa?

Embora ainda seja possível desenvolver em Objective-C, desde que o Swift nos foi apresentado, a maioria dos aplicativos migraram de linguagem, e a própria Apple meio que tem tentado forçar ao máximo essa mudança. Atualmente, muito dificilmente um app novo será em Objective-C, pelo que, se você está interessada, vale focar seus esforços em Swift.

E a IDE?

Nossa amada (mas nem sempre) IDE é o Xcode que está disponível na App Store para MacOS e é gratuito.

Precisa ter um Macbook e um iPhone?

De uma forma simplificada, eu diria que é altamente recomendado que você tenha um computador rodando MacOS e um dispositivo rodando iOS.

Dá para fazer isso sem ter um Mac e um iPhone?

Dá, mas com limitações. Se o seu propósito, a princípio, é aprender, há algumas opções disponíveis, caso seja ir mais fundo, retomo a resposta anterior.

Não tenho um Macbook e nem um iPhone, mas quero aprender Swift. O que eu faço?

Como falei, há alternativas. No caso do Macbook, é possível rodar o MacOS em uma máquina virtual, já para o iPhone fica bem mais fácil contornar pois o Xcode tem um simulador com todos os dispositivos para que você possa testar seu código.
Devido às limitações, recomendo essa solução para propósitos acadêmicos.

E como são as vagas para desenvolvedores iOS?

A maioria das empresas tem o foco em tecnologias híbridas, por consequência, a maioria dos profissionais também. No geral, as oportunidades para iOS developers são ofertadas por grandes empresas que decidiram bancar mais de um time de desenvolvimento mobile nativo.
Embora o mercado não esteja inundado de vagas, tampouco está inundado de desenvolvedores. Isso acaba por tornar um pouco mais fácil (ou pelo menos acaba por tornar menos difícil) a vida de quem está iniciando na área.

E quanto ganha um iOS developer?

Como tudo na vida, depende. No geral nosso salário é bem competitivo. Os dados mais recentes apontam para médias de 59k anuais (em dólares).

Por onde começar?

Volto a lembrar que, mesmo que você não tenha conhecimentos prévios, é perfeitamente possível escolher o delicioso caminho do desenvolvimento nativo com Swift.

Dicas de cursos

Independente de ter ou não alguma base, recomendo muito esse curso:

Ele é super mastigado e dá uma excelente base da maioria dos conceitos que você vai acabar usando diariamente (para quem não se sente muito confortável com o inglês, o curso tem legendas em português).

Há um caminho que você pode seguir durante o seu percurso que vai se intensificando com conceitos mais avançados e complexos. Há também links para artigos e tutoriais em cada card (além de que, dá para ir incluindo novos cards com outros tópicos que você aprender/ouvir falar falar/tiver interesse, etc)

Mais alguma dica?

Sim. E essa é importantíssima.
Faça uma coisa por vez. Há muito material, muito curso, muito conceito, muita coisa a ser aprendida, mas não abrace o mundo todo.
Comece algo e termine esse algo. Só depois comece algo novo.
E assim sucessivamente (e para sempre, afinal você escolheu o desenvolvimento, estudar será uma constante na sua vida)


E aí, o que achou das dicas? Conta pra gente nos comentários.

Posted on by:

elasprogramam profile

Elas Programam

@elasprogramam

Elas Programam foi criado pela engenheira Silvia Coelho para incluir mais mulheres no mercado de tecnologia, promovendo diversidade e equidade de gênero nas organizações.

Discussion

markdown guide