DEV Community

loading...

Começando no mundo ‘dev’ e o generalismo

fagnertito profile image fagnertito Updated on ・2 min read

Quis começar esse meu segundo texto aqui do blog falando sobre a quantidade de conteúdo, sites, lives, webinares, transmissões ao vivo no twitch, discord e outras plataformas. É tanta informação a qual somos bombardeados em um primeiro momento que fica até difícil saber para onde ir. Talvez porque meu background se inicia na área de humanas, para depois migrar para a área de exatas por conta do trabalho, eu fiquei menos generalista e tido mais foco. Eu também atribuo essa minha mudança aos meus treinos constantes de corrida que também me fazem permanecer firme ao meu propósito. A ligação que quero fazer aqui é quando somos expostos a uma área nova a qual ainda não estamos familiarizados, procuramos em todo lugar: instagram, sites, lives etc. Ficamos um pouco perdidos com essa bagagem de informação, pois em cada lugar estão falando de alguma coisa. Daí queremos explorar cada fato ou informação ao qual somos expostos. É nosso instinto curioso querendo descobrir o que significa cada uma daquelas palavras novas: React, Node.JS, Sublime, Visual Studio, Backend, Frontend. Se você der um google apenas nesses elementos que citei, vai achar um mundo vasto de informações tão grande, que levaria gerações para consumi-los por completo.
Alt Javascript

No início de uma nova carreira, nova área, no caso desse mundo dev é importante não generalizar, não se perder nem querer atacar tudo que vemos pela frente. Eu fiz uma ligação muito importante no conhecimento que estou adquirindo com o Javascript, CSS e HTML. A lógica de programação se assemelha muito com a lógica matemática, de fórmulas que utilizo diariamente no Excel por exemplo. Algumas coisas fazem sentindo porque talvez estejam muito próximas.
Bom, isso descobrirei no decorrer dessa saga.

Discussion (1)

pic
Editor guide
Collapse
eduardoklosowski profile image
Eduardo Klosowski

Eu também comecei fazendo algumas fórmulas de Excel, principalmente usando o condicional =SE, que é bastante parecido com o if das linguagens de programação. Também não estranhei ao ver em Rust um if retornando valor, visto que esse é o comportamento do Excel:

=SE(A1<B1;A1;B1)
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode
let a = 1;
let b = 2;
let c = if a < b { a } else { b };
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode