DEV Community

loading...

Bem-vindo ao Novo Normal

fagnertito profile image fagnertito ・3 min read

Na semana que fez um ano em que entrei em home-office devido a pandemia, algo me fez pensar em todo esse período de trabalho remoto. Um colega ainda me deu um toque em uma reunião que fizemos: “você lembra quando estávamos olhando os casos e havia só uma morte por Coronavírus no Brasil?”. Eu me lembro que fui trabalhar de máscara naquelas primeiras semanas de março, e já estava píssico por álcool 70%. Foi então que meu chefe numa tarde nos falou que iríamos trabalhar em home office e que era para nos prepararmos para essa jornada. Tudo aquilo foi um pouco assustador no começo, me lembro de ter ido buscar o notebook que nos deram cheio de medo de cumprimentar meu chefe, de carregar aquele equipamento todo contaminado pelas mãos de outras pessoas. Mas daí em diante tivemos altos e baixos, fechamentos e lockdowns regionais. Como eu moro em uma cidade metropolitana, os impactos foram até menores. De cara conviver com o vírus circulando por aí era ficar em casa trabalhando e organizando essa nova vida.
Uma semana após entrarmos em teletrabalho, um colega que trabalhava comigo foi diagnosticado com Coronavírus e internado em um hospital particular da capital. Não esqueço daquele telefonema que meu chefe me fez para monitorarmos nossa saúde e nos isolarmos devido termos tido contato com o colega doente. Por sorte, nenhum de nós foi contaminado, e possivelmente ele deve ter sido um dos primeiros da empresa a ter sido infectado.
Meses foram passando desde aquele fatídico anúncio da pandemia. Eu sou corredor a praticamente 4 anos e tentava levar uma rotina de trabalho e treino dentro do condomínio onde moro. Adaptei meu quarto e o transformei em um local melhor para trabalhar, com mesa, cadeira apropriada, pensei em iluminação e até mesmo na disposição dos móveis para pegar melhor o sinal Wi-Fi. Acho que a organização começa aí, trabalhar em casa exige esse comprometimento. Passado esse um ano de pandemia eu descobri que ficaria definitivamente em casa, estou correndo mais vezes por semana e cada vez mais longe. Engordei, emagreci, engordei de novo, mas não paro de treinar, nem de trabalhar.
Percebi que fiquei mais focado, e aquele medo de nunca mais rever os colegas de trabalho presencialmente passou. Acostumei com a rotina das videochamadas das reuniões semanais, de levantar da cama e já dar de cara com o trabalho, ou ir dormir mais tarde porque me empolguei com algo que estava fazendo, mesmo tendo um horário fixo de trabalho. Parei de pensar no banco de horas que antes me dava um ou meio dia de folga para resolver alguma coisa, até porque quase tudo resolvo por telefone ou internet. Aprendi a me organizar mais para ir ao médico, ao dentista e até fazer um exame de laboratório. Enfim, a pandemia me deu muito aprendizado, e agora vejo que ter passado esse tempo em casa só me fez bem.
Agora estou começando um novo ciclo de estudos, voltando meu olhar para uma área correlata com a minha. Hoje sou analista e trabalho com Business Intelligence, mas toda essa oportunidade de estudar de forma remota, de conversar com pessoas com o mesmo interesse em locais como Discord, me fez gostar mais ainda de ficar em casa.
Uma grande dica que me deram “internet nunca é demais”. Tanto o quanto você a consome, quanto você aumenta de velocidade. Hoje com 200Mb de download e upload vejo o quão importante isso se tornou nesse novo normal.

Discussion (0)

Forem Open with the Forem app