DEV Community

loading...
Cover image for A veterinária que virou suco, ops... bot!

A veterinária que virou suco, ops... bot!

Ana Menici
・2 min read

Prazer. Meu nome é Ana, tenho 39 anos (vacinada contra covid-19 o/) e moro em São Paulo-SP com o Godofredo, um vira-lata caramelo safado. Graduei em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG e trabalhei como fiscal agropecuária por 10 anos, mas me percebi vegana e num impasse...

A tecnologia se encaixou perfeitamente nessa transição de carreira porque adoro os desafios, as milhares de formas de resolução de problemas, o aprendizado constante, as comunidades e as perspectivas de mercado.

Assim, meu "Hello, World!" chegou em 2018, mas passei por problema de saúde grave na família e só pude retomar esse ano. Uma iniciativa de capacitação profissional em chatbots e inteligência artificial voltada para mulheres desempregadas e em transição de carreira, realizada pela D1 | Smarkio e Letsbot, em janeiro e fevereiro, fez parte dessa retomada: conheci o maravilhoso mundo dos bots, fiz parte de uma comunidade incrível, incrementei meu LinkedIn e passei a sentir esperança, autoconfiança e entusiasmo. Viva o Capacita MDT! E que muitas empresas se inspirem e espalhem esse projeto.

Porém, não passei para a segunda fase e fiquei bem frustrada... Em março, veio o falecimento da minha mãe, o luto e uma necessidade ainda maior de reinserção no mercado de trabalho.

Nos últimos três meses realizei diversos cursos de desenvolvimento de bots, de UX writing, li muitos artigos e panoramas de mercado de chatbots, estudei sobre recrutamento, respirei LinkedIn e me inscrevi pra umas 200 vagas de trampo (ou mais). Foram dias e mais dias extremamente focada.

Atualmente, estou no módulo 2 do Cappacita DEV, outro curso de IA conversacionais realizado pela SMARKIO, mas bem mais aprofundado. Estou amando!

E também estou feliz e grata porque amanhã, começarei no meu novo emprego. Simmmmmm, consegui entrar na área, pessoal!!! Iniciando como curadora de chatbots e, na sequência, rumo ao desenvolvimento.

Espero que meu relato sirva pra animar quem está mudando de área porque altos e baixos fazem parte, né?! Mas temos que recalcular rotas e seguir sempre em frente!

Discussion (0)