loading...

Postman — Dicas de produtividade

_filipedev profile image Filipe Ferreira ・5 min read

O objetivo desse post é dar alguma dicas para você ser mais produtivo com a ferramenta.

Nós criaremos um workspace, com uma collection, e dois requests, utilizando variáveis de ambiente e preenchendo uma delas dinamicamente.

Como caso de teste, utilizaremos uma api em node.js com dois endpoints. Um de autenticação, onde obteremos uma chave de acesso, e outro para buscarmos uma lista de usuários.

Vou deixar o código desse api disponível no repositório a seguir: https://github.com/filipeferreira-dev/node-sample

Workspace

Esse recurso do postman permite você ter várias “áreas de trabalhos” como a tradução propriamente diz. Com isso é possível ter várias configurações diferentes de workpaces sem um interferir no outro, como configurações de ambiente por exemplo. Isso é bem útil quando estamos trabalhando com vários projetos distintos. Você também pode compartilha-lo com seu time.

Confira a documentação oficial para mais detalhes.

A seguir criaremos um novo workspace para esse exemplo.

  • Na barra superior clique em My Workspace e depois clique em Create New.

https://miro.medium.com/max/30/1*uyBmuN_o9NA9EcrGKbM7Tg.png?q=20

https://miro.medium.com/max/515/1*uyBmuN_o9NA9EcrGKbM7Tg.png

Captura de tela após clique no botão My Workspace

  • Na janela que se abriu, de um nome ao ser Workspace, mude o Type para Personal e depois clique em Create Workspace. (Após isso o workspace criado será automaticamente selecionado)

https://miro.medium.com/max/30/1*EPpuJjYRjTn05XtdVRZ34A.png?q=20

https://miro.medium.com/max/692/1*EPpuJjYRjTn05XtdVRZ34A.png

Captura da Janela de criação de workspace

Collection

As collections (ou coleções) são “agrupadores” de requests (requisições), você pode organizar seus requests da maneira que desejar inclusive criando subpastas.

Confira a documentação oficial para mais detalhes.

A seguir criaremos uma collection para o nosso exemplo:

  • Clique botão New no canto superior esquerdo da tela.

https://miro.medium.com/max/30/1*lwBG04VY-dY5we9ls1Ao8A.png?q=20

https://miro.medium.com/max/527/1*lwBG04VY-dY5we9ls1Ao8A.png

  • Na janela que se abriu selecione a opção Collection

https://miro.medium.com/max/30/1*3QBNKsnnvj7LZ0Ivh9ArFQ.png?q=20

https://miro.medium.com/max/1108/1*3QBNKsnnvj7LZ0Ivh9ArFQ.png

  • Na janela que se abriu, dê um nome para sua collection e clique em Create.

https://miro.medium.com/max/30/1*zp8-0h6N5X-VAAcxZIFjJw.png?q=20

https://miro.medium.com/max/819/1*zp8-0h6N5X-VAAcxZIFjJw.png

Environment

environment (ou ambiente), nos permite trabalhar com variáveis que podem ser utilizadas em vários lugares do nosso request. Da formação do caminha da url do recurso aos scripts de teste.

Confira a documentação oficial para mais detalhes.

A seguir criaremos um environment com uma variável para parte do caminho da url que chamaremos de host.

  • No canto superior direito, clique no botão com o desenho da engrenagem.

https://miro.medium.com/max/30/1*-jTbljcqs5vI408QlR1m9g.png?q=20

https://miro.medium.com/max/457/1*-jTbljcqs5vI408QlR1m9g.png

  • Na tela que se abriu, clique no botão Add.

https://miro.medium.com/max/30/1*twt5ToKKsaXTLIDU2xun4w.png?q=20

https://miro.medium.com/max/731/1*twt5ToKKsaXTLIDU2xun4w.png

  • Na janela que se abriu, dê um nome para o seu environment (eu chamei de local).
  • Na tabela abaixo do nome, clique na primeira linha, abaixo de variable e digite o nome da variável (no nosso exemplo, host) e na coluna do lado (Initial Value) e digite o valor.
  • Clique no botão Add para salvar nosso ajustes

*No nosso exemplo, o app rodará localmente na porta 8080 e é esse valor que utilizaremos: http://localhost:8080

https://miro.medium.com/max/30/1*i7w1svo6yBhG_nNetEU8rA.png?q=20

https://miro.medium.com/max/735/1*i7w1svo6yBhG_nNetEU8rA.png

Criando os Request

Criaremos nossos requests para os dois endpoints do nosso app.

  • Selecione o ambiente que você criou no canto superior direito.
  • Use a variável que você criou para compor a url do recurso. A notação de variável é {{NOME_DA_VARIAVEL}} no nosso exemplo {{host}} .

Os endpoints são : /authenticate e /users

Nossos requestes vão ficar desse jeito:

Authenticate

/authenticate

Para o nosso exemplo, os parâmetros estão hardcoded (me julgue) e para obter a chave(token) na resposta você precisa passar os dados abaixo no corpo da requisição, caso o retorno será :

{
 "username" : "user",
 "password" : "123456"
}

https://miro.medium.com/max/30/1*SuxE0ZOcF-5vp3zdRXDpnA.png?q=20

https://miro.medium.com/max/1102/1*SuxE0ZOcF-5vp3zdRXDpnA.png

Users

/users

Para o nosso exemplo, precisaremos passar a chave Authorization no cabeçalho da requisição, com o valor abaixo (também esta hardcoded), que é retornado pela requisição anterior

3C469E9D6C5875D37A43F353D4F88E61FCF812C66EEE3457465A40B0DA4153E0

https://miro.medium.com/max/30/1*00lqgVajTM1zjfvzOsG91A.png?q=20

https://miro.medium.com/max/1224/1*00lqgVajTM1zjfvzOsG91A.png

Carregar variáveis com dados recebidos pela requisição

Observe que para realizar a segunda requisição, nós precisamos do token gerado na primeira. Para simplificar esse processo, gravaremos esse token em uma variável e utiliza-la na segunda requisição.

  • Siga o passo anterior para criar uma variável com o nome de token .
  • Na requisição de autenticar, na aba tests, criaremos um script para preencher essa variável com o valor vindo na resposta.

    let response = pm.response.json();
    pm.environment.set("token", response);

https://miro.medium.com/max/30/1*Mr2aA2LMGcF9msyw8dS1lQ.png?q=20

https://miro.medium.com/max/1224/1*Mr2aA2LMGcF9msyw8dS1lQ.png

  • Agora utilizaremos essa variável no cabeçalho da requisição de consulta.

https://miro.medium.com/max/30/1*Nb4uKIR1peYTsuLbscBlKA.png?q=20

https://miro.medium.com/max/1220/1*Nb4uKIR1peYTsuLbscBlKA.png

Agora, você não precisa mais copiar o token para executar o segundo request, a variável com o código do token vai ser preenchida sempre o que request for executado.

O postman é uma ferramenta muito poderosa , espero que esse post te ajude a ser mais produtivo no seu dia a dia.

Esse post foi originalmente publicado em https://medium.com/@filipeferreira.dev/postman-dicas-de-produtividade-c59de7feb8d0

Discussion

pic
Editor guide